Total de visualizações de página

quinta-feira, 23 de junho de 2011

À ESPERA DO DUELO SANTOS E BARCELONA.



       Depois  de   se    tornar tricampeão     da      Copa Libertadores, o Santos já tem uma missão agendada para o final deste ano: buscar o   seu terceiro  título do  Mundial  de Clubes. Logo após vencerem o Peñarol   e   comemorarem  a conquista no Pacaembu, nesta quarta-feira,  os  santistas   já falaram   sobre   o   provável duelo contra o  Barcelona no Japão.
O técnico Muricy Ramalho rasgou elogios ao Barça e, mesmo cinco meses e meio antes do torneio, já apontou o time espanhol como favorito
"É brincadeira, ele (Barcelona) vai me deixar louco. É o grande favorito. Mas não desistimos nunca e vamos atrapalhar eles lá. É difícil estudar esse time, é bom demais", disse o treinador alvinegro.
O Mundial será disputado entre os dias 8 e 18 de dezembro, no Japão, nas cidades de Yokohama, Tóquio e Toyota. Além de Barcelona e Santos, Monterrey (México) e Auckland City (Nova Zelândia) já estão classificados por triunfarem em seus continentes. Os campeões da Ásia, da África e do Japão (país-sede) também garantem vaga.
Na Liga dos Campeões Asiática, que está na fase de quartas de final, oito equipes ainda estão na disputa pela taça que sairá em novembro: Jeonbuk Hyundai Motors (Japão), Cerezo Osaka (Japão), FC Seoul (Coreia do Sul), Al-Ittihad (Arábia Saudita), Al-Sadd (Catar), Sepahan (Irã), Zob Ahan (Irã) e Suwon Samsung Bluewings (Coréia do Sul).
Já na Liga dos Campeões Africana oito times estão divididos em dois grupos e a definição do classificado será também somente em novembro. Enymba (Nigéria), Al-Hila (Susão), Raja Casablanca (Marrocos), Coton Sport (Camarões), Al-Ahly (Egito), Wydad Casablanca (Marrocos), MC Alger (Argélia) e Espérance ST (Tunísia) estão na briga.
No entanto, antes de pensar no duelo decisivo contra o badalado Barcelona de Messi, Villa, Xavi, Iniesta e companhia, o goleiro santista Rafael pregou respeito ao adversário que vier na semifinal. Vale lembrar que no ano passado o Mazembe (República Democratica do Congo) surpreendeu o Internacional e impediu o confronto do clube gaúcho com a Inter de Milão.
"Temos que ter muita humildade no Mundial e trabalhar muito. Temos que lembrar que antes do Barcelona ainda tem a semifinal", alertou Rafael.
Mesmo assim, a ansiedade para um ofensivo e alegre duelo contra o Barcelona já empolga o Peixe. "É sempre bom jogar contra os melhores times. Vamos aprender bastante com eles", disse o meia Elano.

Para o Mundial, a expectativa de Muricy Ramalho e da diretoria do Santos é manter os principais jogadores do time e, se possível, reforçar o elenco. Apesar das estrelas Neymar e Ganso serem alvos constantes de interesse de clubes da Europa, Muricy espera segurar os craques na Vila Belmiro por mais tempo. Porém, o treinador garantiu que não vai se envolver em nenhuma conversa com dirigentes relacionada a negociações.
"Em todo o lugar que eu vou, se eu puder orientar e puder ajudar com a experiência eu vou. Mas se meter em contrato, não, falar que tem que ficar até o Mundial. Não vou fazer isso. Isso não é problema meu. Não telefono para jogador. Indico e ai é problema da diretoria. Mas, claro, que gostaria de ter esses jogadores até o fim do ano. Com esses caras já vai ser difícil, mas imagina sem eles, ai é quase impossível", afirmou Muricy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário