Total de visualizações de página

sexta-feira, 24 de junho de 2011

PAULO HENRIQUE GANSO PERDE O VOO PARA ARGENTINA.


Depois de defenderem o Santos na final da Libertadores e serem decisivos para a vitória por 2 a 1 sobre o Peñarol, que garantiu ao time paulista o seu terceiro título da Copa Libertadores, na última quarta-feira à noite, no Pacaembu, os meias Elano e Paulo Henrique Ganso e o atacante Neymar embarcariam todos juntos, na noite desta quinta, para a Argentina, onde se juntarão ao grupo da seleção brasileira que se prepara para a Copa América. Um imprevisto, porém, atrapalhou o embarque de um deles no Aeroporto Internacional de Cumbica, localizado em Guarulhos (SP).
Neymar e Elano embarcaram, enquanto Ganso não conseguiu chegar a tempo para pegar o voo marcado para as 18h40, sendo que o horário limite de embarque era 17h15. Com isso, o meio-campista foi transferido para o voo seguinte rumo a Buenos Aires, agendado para as 20 horas, quando ele seguiria para a capital argentina.
Segundo informação da assessoria de Ganso, o pneu do carro que transportava o jogador para o aeroporto furou, provocando o atraso inesperado.
Sem a presença de Ganso, Neymar mobilizou as atenções durante o embarque. Assediado por tietes, ele chegou a dar autógrafos para alguns torcedores e posar para fotos com alguns deles. E, em breve entrevista aos jornalistas que o esperavam no saguão do local, se mostrou empolgado com o fato de que defenderá a seleção brasileira pela primeira vez em um torneio oficial.
'Será meu primeiro campeonato pela seleção, ajudando o País', enfatizou o jogador, que depois evitou fomentar polêmicas que envolvem ele e Messi, grandes candidatos a principais astros desta Copa América. Neymar falou sobre o assunto ao ser questionado sobre o fato de Maradona ter chamado o atacante de 'mal-educado como Pelé'.
O ex-jogador argentino fez a declaração depois de Neymar dizer que pretende ser o melhor jogador do mundo e desbancar Messi no futuro. 'Todo mundo é amigo no futebol. Maradona tem seu valor, Pelé tem o seu, Messi tem o seu e eu também tenho. Temos que respeitar a todos', ressaltou.
Já ao falar sobre a conquista do título continental pelo Santos, Neymar garantiu ainda estar perplexo com o feito histórico que ele ajudou o clube a obter. 'A ficha não caiu. Já assisti o jogo de novo, me vi comemorando, mas ainda não me sinto campeão da Libertadores', comentou.
Menos badalado do que Neymar, mas já uma figura tarimbada com a camisa da seleção brasileira, Elano afirmou, no aeroporto, que seria muito bom poder atuar ao lado do atacante santista e de Ganso no time titular do Brasil na Copa América. 'Nosso entrosamento no Santos pode ajudar e muito. Todo desgaste pode ser superado e nossa amizade pode ajudar muito', ressaltou o meio-campista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário