Total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Dilma aprova Mendes Ribeiro na Agricultura.

     O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), afirmou na madrugada desta quinta-feira em sua página no Twitter que a presidente Dilma Rousseff aprovou a indicação do deputado e líder do governo no Congresso, Mendes Ribeiro (RS), para substituir o ministro Wagner Rossi na Agricultura. Alvo de denúncias de corrupção, Rossi havia pedido demissão do cargo na quarta-feira.
"Mendes Ribeiro será o novo ministro da agricultura. O nome do deputado é uma indicação da bancada do PMDB da Câmara. A indicação foi levada agora há pouco ao vice-presidente Temer, no Palácio do Jaburu. O vice-presidente Michel Temer submeteu o nome de Mendes à presidente Dilma, que aprovou a escolha", afirmou o deputado no microblog.
A indicação de Ribeiro ao cargo havia sido feita na noite de ontem (17) à presidente Dilma Rousseff durante reunião com o vice-presidente Michel Temer (PMDB).
Além de líder do governo no Congresso, Ribeiro é amigo de Dilma desde os tempos em que ela atuava no PDT gaúcho. Assim como Wagner Rossi, é ligado a Temer.
Antes de definir o nome, o vice-presidente afirmou que havia ao menos quatro candidatos ao posto. "Estudamos quatro ou cinco nomes. O novo ministro terá de ser ficha limpa como foi o ministro Wagner Rossi."
Na transição de governo, Dilma pensou em nomear Mendes Ribeiro para esse ou outros postos. Só não o fez à época em razão de um obstáculo que persistiu até hoje: sua nomeação para o ministério abre espaço para que o suplente Eliseu Padilha (PMDB-RS) assuma a vaga na Câmara.
O problema é que o PT gaúcho sempre foi contra essa alternativa, já que Padilha fez campanha contra Dilma no Estado na eleição passada. Para evitar problemas, o Planalto consultou o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT).
Mendes Ribeiro foi um dos poucos peemedebistas a trabalhar por Dilma no Rio Grande do Sul.



Nenhum comentário:

Postar um comentário