Total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

PRESIDENTE DILMA CONFIRMA UNIVERSIDADES NO PARÁ.

A presidente Dilma Rousseff anunciou ontem a terceira fase do programa de expansão da Rede Federal de Educação Superior. Será criada a nova Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), cujo campus será em Marabá, e o novo campus da UFPA em Ananindeua, que será instalado no terreno da antiga Granja do Icuí. Segundo a presidente, o objetivo é promover a interiorização do acesso à universidade e ao ensino técnico. O anúncio foi comemorado por todos que participaram do processo de elaboração dos projetos.

“Levar a educação para o interior do Brasil é o mesmo que construir um caminho para o desenvolvimento e para o conhecimento, para que esses jovens sejam capazes de produzir a inovação que precisamos”, disse Dilma. Segundo ela, a expansão do ensino federal é importante para que o Brasil “ocupe o seu lugar no mundo, de ser uma das maiores potências”.

Segundo a presidente, o gasto em educação é um grande investimento para o País. “Vamos enfrentar a crise da forma mais eficaz: garantindo que nosso País permaneça no trilho do crescimento responsável. Crescimento baseado neste investimento significativo na área de educação. Porque o gasto, qualquer que seja ele, na área da educação, é um grande investimento para o País”.

Ao todo, o governo federal vai criar quatro novas universidades federais: duas na Bahia, uma no Ceará e a do sul e sudeste do Pará. A ampliação dos campi vai beneficiar outras 46 unidades federais. Serão também criadas 208 novas unidades dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia, como parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). No Pará, estas unidades serão instaladas em Ananindeua, Paragominas, Parauapebas, Óbidos e Cametá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário