Total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Tratamento de Gianecchini será mais longo e complicado do que o esperado.

          Rio - Reynaldo Gianecchini, 38 anos, começa hoje o tratamento de quimioterapia no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O processo será mais longo e complicado do que o esperado, segundo análise feita após a divulgação do último boletim oficial de saúde do ator, no fim da tarde de ontem.

Além de revelar que Giane recebeu um cateter venoso central (tubo inserido em veia importante, como a jugular), o boletim apontou que os exames detectaram o “linfoma das células T”: células fabricadas na medula óssea, responsáveis pela imunidade no organismo. O câncer afeta o sistema de defesa do corpo, pode causar lesões ósseas, manchas na pele, perda de peso e se espalhar por outros órgãos.


Segundo o diretor médico do Centro Oncológico de Niterói, Victor Araújo, há muitas possíveis causas para o linfoma de células T, e não dá para saber qual a causa da doença de Giane pelas informações divulgadas: “O tratamento é mais complexo, com maior acompanhamento, e as chances de cura são um pouco menores”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário