Total de visualizações de página

domingo, 13 de novembro de 2011

JUNIOR CIGANO CAMPEÃO DO MUNDO EM UM MINUTO.


Junior Cigano, o novo campeão do mundo.

Júnior Cigano é o mais novo campeão dos pesos pesados do UFC. O brasileiro precisou de pouco mais de um minuto para nocautear Cain Velasquez e roubar o cinturão do norte-americano.

"É incrível, quero agrade a todo o meu time, a toda a minha família e a todos que torceram por mim. Acho que Cain Velasquez era o meu rival mais duro. Estava com medo de lutar com ele porque ele é muito duro e não estava 100% para esta luta", disse o brasileiro.

A ‘maior luta da história do UFC’, com direito a transmissão pela primeira vez em uma televisão aberta dos Estados Unidos, começou bastante estudada, mas com ambos os lutadores desferindo vários golpes. Cigano, porém, logo encaixou um cruzado de direita perfeito, derrubou Velasquez e foi para cima do rival. Sem ver o ex-campeão se defender, o juiz interrompeu a luta.

Além de se tornar campeão, Júnior Cigano ainda quebra o recorde de vitórias consecutivas entre os pesos pesados do UFC. O brasileiro agora tem uma sequência de oito triunfos na principal categoria do MMA, deixando para trás o próprio Cain Velasquez e a lenda Randy Couture.

Cigano (14 vitórias e apenas um derrota), que não sabe o que é perder no UFC, ainda ‘sujou’ a carreira de Velasquez e impôs a primeira derrota no cartel de agora dez lutas do norte-americano. Cain estava se recuperava de cirurgia no ombro direito e não lutava desde outubro do ano passado.

"Queria me desculpar com os meus fãs e minha família, desapontei você. Vou dar a volta por cima e, com certeza, vou recuperar o meu cinturão. Ele meio que mexeu com meu equilíbrio, é muita força. Eu esperei muito para ele vir pra cima e ele fez o que tinha que fazer. Parabéns para ele", disse Velasquez.
O título de Cigano é o terceiro para o Brasil em sete categorias do UFC. Além dele, José Aldo já domina a categoria dos pesos pena, e Anderson Silva, um dos maiores da história do esporte, é o campeão dos médios. O número agora é igual ao dos Estados Unidos (Dominick Cruz nos pesos galo, Frankie Edgar nos leves e Jon Jones, entre os meio-pesados). Para melhorar ainda mais, Lyoto Machida enfrenta Jones no começo de dezembro e pode ‘roubar’ mais um cinturão para o Brasil.

Cigano terá tempo para descansar, mas terá que passar o final de ano ligado no UFC. Tudo porque os ‘monstros’ Brock Lesnar e Alistair Overeem se enfrentam no dia 30 de dezembro e quem ganhar será o primeiro desafiante do brasileiro pelo cinturão. A informação já foi confirmada pelo próprio presidente do UFC, Dana White.

Veja todo os resultados da noite do UFC on FOX:Luta principal:Júnior Cigano venceu Cain Velásquez por nocaute no 1º round

Card preliminar:Ben Henderson venceu Clay Guida na decisão unânime dos jurados
Dustin Poirier finalizou Pablo Garza com um triângulo de mão no 2º round
Ricardo Lamas finalizou Cub Swanson com um katagatame no 2º round
DaMarques Johnson venceu Clay Harvison por nocaute no 1º round
Darren Uyenoyama venceu Norifumi "Kid" Yamamoto na decisão unânime dos jurados
Robert Peralta venceu Mackens Semerzier por nocaute técnico no 3º round
Alex Caceres venceu Cole Escovedo na decisão unânime dos jurados
Mike Pierce venceu Paul Bradley na decisão dividida dos jurados
Aaron Rosa venceu Matt Lucas na decisão dividida dos juradosJúnior Cigano é o mais novo campeão dos pesos pesados do UFC. O brasileiro precisou de pouco mais de um minuto para nocautear Cain Velasquez e roubar o cinturão do norte-americano.

"É incrível, quero agrade a todo o meu time, a toda a minha família e a todos que torceram por mim. Acho que Cain Velasquez era o meu rival mais duro. Estava com medo de lutar com ele porque ele é muito duro e não estava 100% para esta luta", disse o brasileiro.

A ‘maior luta da história do UFC’, com direito a transmissão pela primeira vez em uma televisão aberta dos Estados Unidos, começou bastante estudada, mas com ambos os lutadores desferindo vários golpes. Cigano, porém, logo encaixou um cruzado de direita perfeito, derrubou Velasquez e foi para cima do rival. Sem ver o ex-campeão se defender, o juiz interrompeu a luta.

Além de se tornar campeão, Júnior Cigano ainda quebra o recorde de vitórias consecutivas entre os pesos pesados do UFC. O brasileiro agora tem uma sequência de oito triunfos na principal categoria do MMA, deixando para trás o próprio Cain Velasquez e a lenda Randy Couture.

Cigano (14 vitórias e apenas um derrota), que não sabe o que é perder no UFC, ainda ‘sujou’ a carreira de Velasquez e impôs a primeira derrota no cartel de agora dez lutas do norte-americano. Cain estava se recuperava de cirurgia no ombro direito e não lutava desde outubro do ano passado.

"Queria me desculpar com os meus fãs e minha família, desapontei você. Vou dar a volta por cima e, com certeza, vou recuperar o meu cinturão. Ele meio que mexeu com meu equilíbrio, é muita força. Eu esperei muito para ele vir pra cima e ele fez o que tinha que fazer. Parabéns para ele", disse Velasquez.
O título de Cigano é o terceiro para o Brasil em sete categorias do UFC. Além dele, José Aldo já domina a categoria dos pesos pena, e Anderson Silva, um dos maiores da história do esporte, é o campeão dos médios. O número agora é igual ao dos Estados Unidos (Dominick Cruz nos pesos galo, Frankie Edgar nos leves e Jon Jones, entre os meio-pesados). Para melhorar ainda mais, Lyoto Machida enfrenta Jones no começo de dezembro e pode ‘roubar’ mais um cinturão para o Brasil.

Cigano terá tempo para descansar, mas terá que passar o final de ano ligado no UFC. Tudo porque os ‘monstros’ Brock Lesnar e Alistair Overeem se enfrentam no dia 30 de dezembro e quem ganhar será o primeiro desafiante do brasileiro pelo cinturão. A informação já foi confirmada pelo próprio presidente do UFC, Dana White.

Veja todo os resultados da noite do UFC on FOX:Luta principal:Júnior Cigano venceu Cain Velásquez por nocaute no 1º round

Card preliminar:Ben Henderson venceu Clay Guida na decisão unânime dos jurados
Dustin Poirier finalizou Pablo Garza com um triângulo de mão no 2º round
Ricardo Lamas finalizou Cub Swanson com um katagatame no 2º round
DaMarques Johnson venceu Clay Harvison por nocaute no 1º round
Darren Uyenoyama venceu Norifumi "Kid" Yamamoto na decisão unânime dos jurados
Robert Peralta venceu Mackens Semerzier por nocaute técnico no 3º round
Alex Caceres venceu Cole Escovedo na decisão unânime dos jurados
Mike Pierce venceu Paul Bradley na decisão dividida dos jurados
Aaron Rosa venceu Matt Lucas na decisão dividida dos jurados

Nenhum comentário:

Postar um comentário