Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

PAULO HENRIQUE GANSO - O FIM DA NOVELA.


Paulo Henrique Ganso.

O Santos comunicou ao meia Paulo Henrique Ganso que não irá exercer a prioridade na compra dos 10% dos direitos econômicos que pertenciam ao atleta. Desta forma, a DIS - braço esportivo do grupo Sonda e rival da atual administração do clube - levou a melhor na disputa e agora passa a ter a maior parte dos direitos de Ganso.


A empresa está adquirindo os 10% do maestro santista por R$ 5 milhões. Com a compra desse percentual do camisa 10 alvinegro, a DIS passa a ter 55% dos direitos econômicos de Paulo Henrique Ganso. O Santos, sócio minoritário nessa divisão, irá continuar com 45%.



Mas, apesar de não cobrir a oferta do investidor ligado ao grupo DIS, a direção do Santos reforçou a sua intenção em assinar um novo contrato com o meia. O assunto é tido como prioridade pelo presidente do clube, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, e pode ser resolvido no decorrer deste primeiro mês de 2012.



Com vínculo até 2015, Ganso deve receber um significativo reajuste salarial para assinar um novo contrato com os santistas. Atualmente, os vencimentos do jogador estão avaliados em R$ 130 mil mensais.



O presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, no entanto, ainda não confirma a informação de que o clube desistiu de comprar a porcentagem dos direitos que pertence ao jogador.



"Nós, por dever de educação e pelo apreço que temos pelo jogador, respondemos formalmente a correspondência que ele nos mandou. Antes de ter certeza de que o atleta recebeu nossa resposta, ficaria esquisito e seria antiético divulgá-la. Nós já tomamos a decisão, já comunicamos ao jogador e, assim que ele tomar conhecimento, avisaremos a todos", informou Luis Álvaro, à Rádio Globo.



"Quantas vezes vocês ouviram que ele estava contratado pelo Corinthians? Quantas vezes eu e o Andrés Sanchez negamos essa informação? Quantas vezes vocês ouviram que clubes da Europa estavam preparando propostas para apresentar ao Santos? Quantas propostas vieram? Existe um grupo interessado em tumultuar o ambiente antes de partidas importantes. Não ligo mais para isso", acrescentou Luis Álvaro, que dará uma entrevista coletiva nesta terça-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário