Total de visualizações de página

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Açaí orgânico gera lucro o ano inteiro para produtores do Pará.


A produção de açaí no estado do Pará este ano pode fechar em 168 mil toneladas, de acordo com a Emater. O numero é 30% maior que a produção de 2011. Com isso, os produtores do estado investem cada vez mais em técnicas para garantir a qualidade do produto final.

Em Igarapé Miri, no nordeste paraense, a Comunidade Catimboura cultiva a palmeira de açaí em área de várzea e o fruto pode ser colhido mesmo no período da entressafra, com uma técnica de manejo conhecida como Florescência.

Antes que o fruto comece a se formar, os produtores retiram a parte chamada “facão” e dessa forma os caroços só irão brotar novamente no inverno, época que em outras regiões do estado não produzem o açaí.

“O açaí orgânico nos garante lucro o ano inteiro”, diz Jobert João Pantoja, produtor rural.
A produção de açaí é a principal atividade econômica de Igarapé Miri, que possui uma área de 30 mil hectares cultivados. Cerca de 20% da safra é destinada ao consumo dos moradores do município. O restante vai para a agroindústria.

Apesar das técnicas manejo contribuírem para uma boa produção dos açaizais, existe um fenômeno da natureza que garante que o ciclo seja completo. É a chamada lançante do rio. A cada 15 dias a água cobre toda a área de várzea fertilizando naturalmente o solo.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário