Total de visualizações de página

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Corinthians vence Al Ahly e está na final do Mundial.

Jogadores Corinthianos comemoram o gol da vitória.

Foi suado, sofrido e com muitas dificuldades como muitos torcedores gostam, mas o Corinthians venceu o Al Ahly, do Egito, na manhã desta quarta-feira por 1 a 0 e está na final do Mundial de Clubes da Fifa de 2012. No jogo disputado no Toyota Stadium, a equipe brasileira pouco criou e tomou pressão no segundo tempo inteiro do adversário africano que buscava o empate.
Apesar do sofrimento, o gol de Guerreiro aos 29 minutos do primeiro tempo depois de belo cruzamento de Douglas garantiu a vitória na semifinal. Mais forte tecnicamente, o Timão usou a experiência da equipe para conseguir a classificação em jogo com apenas uma finalização certa.
Agora, o Corinthians aguarda a semifinal de amanhã entre Chelsea, da Inglaterra, e Monterrey, do México, para saber quem será o seu adversário na final que pode dar o bicampeonato mundial para o Timão no próximo domingo.
jogo -  A primeira etapa da semifinal começou mais equilibrada e com os dois times tentando ficar com a bola. Apesar disso, em pouco tempo o Corinthians passou a mandar no jogo e aos 9 minutos criou a primeiraoportunidade com Douglas, que pegou rebote de fora da área e chutou à direita do gol. Um minuto depois, o Al Ahly deu o troco e em falta cobrada pela direita do ataque a bola foi no meio da área para o zagueiro Rabia cabecear para fora.
Depois da primeira chance, o time egípcio passou a errar mais passes e sofrer com a pressão do time corintiano. Apesar da superioridade técnica e comandando a partida, o Corinthians não conseguiu criar chances de gol e sofreu com a marcação do adversário, que atuava com os 11 jogadores na defesa.
Mas aos 29 minutos, o que parecia caminhar para apreensão se transformou em festa para o Timão. O meia Douglas pegou rebote de escanteio e cruzou de primeira para o meio da área. Guerreiro bem posicionado subiu livre para cabecear e mandar a bola no cantinho do gol.
Depois do Corinthians abrir o placar, o Al Ahly passou a buscar mais o ataque e ficar com a bola. O time brasileiro teve paciência, recuou um pouco a marcação e apostou no contra-ataque até o final do primeiro tempo.
No segundo tempo, a partida não mudou muito. O Al Ahly tentou ficar mais com a bola e o Corinthians buscou espaços na defesa adversária. Aos 2 minutos, Emerson pegou bola no meio-campo e levou até a grande área, mas finalizou mal a jogada.
Aos 10 minutos, o técnico do time egípcio fez a primeira mudança do jogo e colocou o experiente atacante Aboutrika no lugar de Said. Com a alteração no ataque, o Al Ahly se animou e passou a buscar mais o gol.  Aos 17, Rabia pegou rebote fora da área e mandou uma "bomba" no canto esquerdo de Cássio. Três minutos depois, os africanos quase empataram a partida com Fathi que recebeu bom passe de Aboutrika e entrou livre na área para finalizar para fora.
Incomodado com a pressão que o time estava tomando, aos 30 minutos, o técnico Tite mexeu no ataque da equipe e colocou o "talismã" Romarinho no lugar de Emerson, que pouco conseguiu fazer no jogo de hoje. Com a equipe passando mais tempo na defesa, os muitos corintianos no estádio passaram a gritar mais e incentivar o Timão.
Aos 35 minutos, Tite voltou a mexer na equipe e sacou Douglas para colocar o atacante Jorge Henrique, uma clara opção para apostar nos contra-ataques nos últimos dez minutos de jogo. Apesar das mudanças, o Corinthians pouco criou e continuou tomando pressão dos egípcios. Aos 37 e aos 41 minutos, Soliman e Rabia, respectivamente, arriscaram de fora da área e chutaram com perigo por cima da meta de Cássio.
Para desespero dos corintianos, o árbitro da partida deu cinco minutos de acréscimos. Aos 47, o volante Guilherme Andrade entrou no lugar de Guerreiro. Com a substituição, o Timão fechou bem a sua defesa e apenas aguardou o final do jogo para continuar vivo na disputa pelo bi mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário