Total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Léo se desculpa com torcida corintiana após polêmica.


Após provocar a torcida do Corinthians que lotou o Aeroporto Internacional de Guarulhos, na última segunda-feira, durante o embarque da equipe para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, o lateral-esquerdo do Santos, Léo, resolveu pedir desculpas. O veterano camisa três do Peixe se retratou junto à torcida corintiana, destacando que não foi feliz em uma brincadeira com os rivais, por conta dos incidentes de vandalismo registrados no fim da festa que marcou a viagem do Timão, com destino ao Japão.
"Que fique bem claro que jamais tive intenção de ofender a torcida adversária, muito menos quem vai à rodoviária. Fiz uma piada como muitos fazem e fui infeliz", disse Léo, nesta quinta-feira, em sua página pessoal no Facebook.
O ala santista prosseguiu com o seu pedido de desculpas. "Tenho muito respeito pelas organizadas, nunca na minha carreira fiz qualquer comentário sobre elas. São (os torcedores que depredaram o aeroporto) uma minoria que não representa nada perante a grande maioria que estava fazendo festa", completou.
As palavras de Léo, através de sua página na rede social, amenizam o clima pesado após as declarações do lateral, em entrevista à Rádio Estadão/ESPN. "A nossa torcida fez uma baita festa e não quebrou nada. Ninguém destruiu nada, uma coisa normal né? Mas é assim: quem está acostumado com rodoviária não pode ir a aeroporto", afirmou o experiente lateral, na última quarta-feira.
No mesmo dia, horas mais tarde, o atacante do Corinthians Emerson Sheik, postou uma mensagem em sua conta pessoal no twitter, com xingamentos, mas sem especificar se o conteúdo era uma resposta para Léo "P..., só pode estar de sacanagem! Quem é você? Cala a boca, seu m...! Só é lembrado quando abre a boca suja para falar besteira", escreveu.
Além de Sheik, o volante Ralf também havia utilizado a sua página pessoal no microblog para repudiar o que havia sido dito por Léo sobre os torcedores corintianos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário