Total de visualizações de página

sábado, 13 de abril de 2013

A Igreja Católica passará por reformas profundas, será?


O papa Francisco criou neste sábado, 13, um grupo formado por oito cardeais de todos os continentes para assessorá-lo no governo da Igreja e estudar um projeto de reforma da Constituição sobre a Cúria, anunciou o Vaticano. O papa Jorge Bergoglio foi eleito exatamente há um mês, principalmente com o objetivo de reformar a Igreja. A ideia do conselho surgiu durante o Conclave que elegeu o papa Francisco.
O grupo será formado pelo governador do Estado da Cidade do Vaticano, o cardeal italiano Giuseppe Bertello, o arcebispo emérito de Santiago do Chile, o cardeal Francisco Javier Errázuriz Ossa; o arcebispo de Mumbai, Oswald Gracias, o arcebispo de Munique, Reinhard Marx, o arcebispo de Kinshasa, Laurent Monsengwo Pasinya, além do arcebispo de Boston, Sean Patrick O'Malley, que se destaca por sua luta com padres pedófilos.
O conselho ainda vai contar com o arcebispo de Sydney, George Pell, o arcebispo de Tegucigalpa, Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, que será o coordenador do grupo e o bispo de Albano, Marcello Semeraro, que será o secretário do grupo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário