Total de visualizações de página

segunda-feira, 15 de abril de 2013

O poderoso Corinthians caiu de virada frente ao Linense.

O Corinthians saiu na frente no placar, mas levou a virada do Linense

O Corinthians pressionou o Linense neste domingo, mas, depois de ter saído na frente no placar, levou a virada e amargou a derrota por 2 a 1, no estádio Gilberto Siqueira Lopes, em jogo válido pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.
Com o resultado, o time do interior se mantém vivo na luta por uma vaga na próxima fase do Paulistão, pois chegou aos 27 pontos, no nono lugar. Já o Timão, que tem sua classificação garantida com antecedência, deu adeus a uma série de dez jogos sem derrotas e aparece com 32, no sexto lugar.
Guerrero abriu o placar em Lins, mas João Sales e Leandro Brasília marcaram para o time da casa. O fim do jogo reservou jogadas de perigo do Timão, que pressionou, além de polêmicas dos dois lados. O Linense reclamou da expulsão de Marcelo, enquanto o Alvinegro pediu pênalti de Elias sobre Alexandre Pato.
A última rodada desta fase será disputada no domingo, e a equipe do técnico Tite enfrentará o Atlético Sorocaba, no Pacaembu. Já o Linense buscará sua vaga diante do Mirassol, no estádio José Maria de Campos Maia.


O jogo 

O Corinthians não deu tempo para o Linense se ajustar em campo neste domingo. Logo aos dois minutos, Emerson avançou pela esquerda e cruzou rasteiro, o zagueiro Fábio Lima escorregou e a bola ficou fácil para Guerrero, que dominou e chutou forte no canto para fazer o gol.
Com o susto pelo placar adverso nos primeiros instantes, o time da casa tentou responder, mas sem eficiência, apesar do espaço encontrado pelo lateral Tarracha nas costas de Edenilson, que foi improvisado novamente na direita, enquanto Alessandro assumiu a esquerda, para suprir a ausência do lesionado Fábio Santos.
A melhor chance dos anfitriões na etapa saiu aos 15 minutos, quando Tarracha recebeu cruzamento, dominou e finalizou por cima da meta defendida por Danilo Fernandes, que reassumiu a posição, deixando Julio Cesar no banco de reservas neste rodízio promovido por Tite durante o período do titular Cássio no departamento médico.
Para acuar o Linense, o Corinthians apostou nas jogadas individuais de Emerson, que, além de ter participado do lance do gol, mostrou inspiração também na sequência da partida, sendo barrado principalmente com faltas, que fizeram Marcelo e Elias receberem cartões amarelos.
Antes do fim do primeiro tempo, depois de duas defesas tranquilas de Danilo Fernandes, Paulinho bateu falta com força e exigiu boa defesa do goleiro adversário. Sem alterações no intervalo, o Linense voltou ao segundo tempo tentando buscar jogadas pelo alto.
Apesar de o Corinthians ter levado a melhor nas primeiras tentativas, o time do interior conseguiu furar o bloqueio, aos dez minutos. Tarracha cruzou da esquerda na segunda trave, onde estava Marcelo para cabecear na trave. A bola sobrou quase em cima da linha para João Sales completar de cabeça para fazer o gol.
Assim que seu time empatou, o técnico Bruno Quadros foi obrigado a tirar Fábio Lima, lesionado, para a entrada de Bruno Ribeiro. Já o corintiano Tite optou por colocar Alexandre Pato na vaga de Jorge Henrique. Oito minutos depois de ter empatado, o Linense virou o jogo. Leandro Brasília recebeu da esquerda, driblou Gil e arrematou para fazer o gol.
A equipe da casa percebeu que levaria um sufoco a partir daí. Paulo André recebeu na área e cabeceou, exigindo grande defesa de Leandro Santos. Aos 30, Marcelo foi expulso, porque o árbitro alegou que o lateral direito se adiantou na barreira, merecendo o segundo amarelo.
Pouco depois, foi a vez de o Corinthians reclamar pedindo um pênalti de Elias sobre Alexandre Pato, mas o árbitro considerou o lance normal. Aos 37, Pato recebeu cruzamento na segunda trave e cabeceou, mas Leandro Santos salvou o Linense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário