Total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de maio de 2013

A SECRETARIA DE DESPORTO, CULTURA E TURISMO DE IRITUIA PROMOVE EVENTO PARA DESCOBRIR TALENTOS.

A Secretaria Municipal de Desporto Cultura e Turismo de Irituia - SEDECT, prorrogou o prazo de inscrições para os interessados em participar do concurso de fotografia, desenho e pintura com o tema, "UM OLHAR SOBRE IRITUIA" até o dia 10/06, a escolha será no dia 15 de Junho na Praça Padre Mário Rodrigues, os participantes deverão apresentar seus trabalhos de acordo com a temática, mostrando algo sobre Irituia ou seja, lendas, pontos turísticos, ou algo que identifique o município, na ocasião também estarão sendo escolhidos os melhores calouros para o Festival da Cultura Irituiense 2013.
Os interessados e fazerem suas inscrições tanto para o show de calouros quanto para pintura, desenho e fotografia, deverão procurar a SEDECT na Praça Padre Mário Rodrigues, atrás da bibliotéca Padre Antônio Melo.  
A SEDECT agradece ao prefeito Anchieta Lima que vem apoiando todas as ações da Secretaria de Desporto, Cultura e Turismo e o apoio de seus colaboradores que fizeram doações para premiar os melhores trabalhos em fotografia, desenho e pintura, Camara Municipal de Irituia através de seu presidente Vereador Demico que doou um Tablet, ao secretário de educação Professor Francisco, que doou um Tablet, a consselheira Lourdes Lima que também doou um Tablet, PraKasa Materiais de Construção doou uma Máquina fotográfica digital, Léo Medeiros, doou um aparelho celular, Magazine Tabajara que também doou um aparelho celular e Magazine e Loja Radisco Irituia, que doou um lindo quite relógio Champion.
Inscreva-se já e participe deste grandioso evento onde os talentos do município de Irituia estarão sendo valorizados por este trabalho da administração Anchieta Lima, através da Secretaria de Desporto Cultura e Turismo de Irituia.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Parreira diz que Neymar deseja sair

Coordenador da seleção revela vontade da Joia de deixar o país; Santos e Barça seguem negociação

Em meio ao turbilhão de notícias sobre a saída ou não de Neymar do Santos, Carlos Alberto Parreira, coordenador técnico da seleção, fez uma revelação. Ele disse à imprensa espanhola que o craque santista já confidenciou a amigos estar cansado de jogar no Brasil e o desejo de atuar na Europa.
“Ele falou com seus amigos e lhes disse que está cansado, que quer sair do país. Isso será bom para sua carreira e vida pessoal, que no Brasil está muito atribulada. Neymar tem um futuro muito, muito grande e acredito que ele terá sucesso”, afirmou Parreira à TV Cope.
Como se sabe, o Barcelona é o destino mais provável do jogador, caso ele se transfira para o Velho Continente. Nesta segunda-feira, representantes do time catalão estiveram reunidos com cartolas do Santos e também com os agentes de Neymar para dar sequência à negociação que já se arrasta há meses.
O Barça está disposto a oferecer 17 milhões de euros pela Joia (cerca de R$ 44,4 milhões). O valor, no entanto, é considerado ridículo na Vila. O time espanhol, porém, justifica que o montante  equivale a cerca de um terço da multa rescisória do jogador, de 65 milhões de euros (cerca de R$ 169,7 milhões), uma vez que resta apenas um dos três anos de contrato com o Peixe ainda a cumprir. 
Desde a última semana, os cartolas alvinegros já admitiam vender Neymar o quanto antes, para não ficarem de mãos abanando, caso o craque fique no time até o meio do próximo ano. Isso porque, na metade de 2014, o contrato  dele com o Peixe se encerrará e ele passará a ser dono de 100% dos direitos.

Declarações de Joaquim Barbosa provocam críticas no meio político


O presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, fez as declarações durante uma palestra para estudantes numa faculdade de Brasília.


Declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, provocaram reações críticas, nesta segunda-feira (20), no meio político.
O presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, fez as declarações durante uma palestra para estudantes numa faculdade de Brasília.
“Temos partidos de mentirinha. Nós não nos identificamos com partidos que nos representam no Congresso. Nem tampouco esses partidos e seus lideres tem interesse em ter consistência programática ou ideológica. Querem o poder pelo poder”, disse o presidente do STF.
Joaquim Barbosa disse ainda que essa é uma das razões da ineficiência e incapacidade do Congresso, que na visão dele, é dominado pelo poder Executivo.
“O Congresso é inteiramente dominado pelo poder Executivo. As maiorias, as lideranças do Executivo que opera fazem com que a deliberação prioritária do Congresso Nacional seja sobre matérias do interesse do executivo” afirmou Joaquim Barbosa.
As declarações provocaram reações no Congresso. “Essas declarações não ajudam o país a ficar melhor e também não ajudam o fortalecimento das instituições”, disse Jorge Viana (PT-AC).
O líder do PSDB no senado, Aloysio Nunes Ferreira, afirmou que as críticas não se destinam aos partidos de oposição. “Aqui no Congresso, quem se dobra à vontade do Executivo é a situação, não nós da oposição. Nós não nos dobramos”, disse o senador.
O primeiro vice-presidente da Câmara, André Vargas (PT-PR), disse que Joaquim Barbosa não tem apreço pela democracia e não está à altura do cargo.
Diante das primeiras reações no Congresso, a assessoria da presidência do Supremo divulgou nota, negando que Joaquim Barbosa tenha tido a intenção de criticar o Legislativo. Ressaltou que as declarações foram feitas em ambiente acadêmico, com o objetivo de estimular o senso crítico dos alunos.
Mesmo assim, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, se manifestou. Por meio da assessoria, ele disse que as declarações de Barbosa foram desrespeitosas e não contribuem para a harmonia entre os poderes.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Você sabe quanto paga de imposto imbutido em sua conta de energia?

Talvez você ainda não tenha prestado atenção na  conta de energia elétrica que você paga todos os meses e nem perceba que esta pagando um verdadeiro absurdo de impostos.
Veja quanto um cidadão paga de imposto em uma conta no valor de R$ 175,17 (cento e setenta e cinco reais e dezesete centavos) mesais.

ICMS........ 25/% ........... Valor R$ 40,01
PIS............ 0,797400%...     "           1,28
COFINS... 3,664700%...     "            5,90
ILIM. PUB......................     "         15,08
                                                    ---------------
                  Total de impostos R$    62,27

Aqui da pra você obeservar quanto de imposto este cidadão vai pagar por uma conta no valor de R$ 175,17 (Cento e setenta e cinco reais e dezesete centavos) sem os impostos pagaria apenas R$ 113,10 (Cento e treze reais e dez centavos) ou seja, nesta conta ele pagará R$ 62,27 (sessenta e dois reais e vinte e sete centavos) só de impostos, isto corresponde ao valor de uma prestação de um eletrodoméstico todos os meses que ele deixa de comprar e o que pior de tudo é que você nunca sabe o que é feito com esse dinheiro que você paga todos os meses, isto é um absurdo. 


quinta-feira, 9 de maio de 2013

DIAS 18 E 19 DE MAIO DE 2013, VII FESTIVAL DO CUPUAÇU EM SANTA ROSA DO ITABOCAL-IRITUIA-PARÁ.

Nos próximos dias 18 e 19 de Maio de 2013, estará sendo realizado o VII FESTIVAL DO CUPUAÇU, no Santa Rosa do Itabocal município de Irituia - Pará.
Neste evento a comunidade local aproveita para receber seus convidados e mostrar as delícias e guloeimas feitas do cupuaçu, comidas e bebidas típicas como a pato no tucupi, galinha caipira no caldo e muitos outros. Este ano além das atrações folclóricas como grupo de danças meu Redil, desfile de miss e muitos outros, teremos a apresentação da banda Bonde do Batidão de Belém do Pará no sábado dia 18.
A Associação Beneficente Desportiva Juventus - ABDJ, é quem promove o evento com oapoio da Prefeitura Municipal de Irituia administração Anchieta Lima e Miguel Amorim, através da Secretaria de Desporto Cultura e Turismo de Irituia e Emater, parabens a todos que estão dando as mãos para que este grandioso evento aconteça, vamos lá prestigiar. 

Real Madrid está disposto a pagar R$ 315 milhões por Neymar, diz jornal Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/real-madrid-esta-disposto-pagar-315-milhoes-por-neymar-diz-jornal-8340301.html#ixzz2SqH4VM8j


A imprensa espanhola não para de especular com qual time Neymar irá assinar. Apesar do Barcelona ter saído na frente e ser realmente o possível destino do atacante do Santos, o Real Madrid está usando suas armas para levar o craque. Após oferecer 100 milhões se euros (cerca de R$ 263 milhões), o presidente do clube, Florentino Pérez, aumentou a oferta para 120 milhões de euros, o equivalente a R$ 315 milhões.
De acordo com o jornal catalão “Mundo Desportivo”, este seria o valor total da operação. Parte desse dinheiro, cerca de 40 milhões de euros (o equivalente a R$ 105 milhões) iriam diretamente para o Camp Nou, já que o Barcelona pagou 10 milhões de euros (cerca de R$ 26,3 milhões) pelo direito de opção na compra do passe do brasileiro.
O restante do dinheiro, os 80 milhões de euros (cerca de R$ 210,4 milhões), vai diretamente para os cofres do Santos e de Neymar.
A rádio "Cadena SER" garantiu que dois emissários do Real Madrid, com o aval do presidente Florentino Perez, estão no Brasil para oferecer a Neymar o valor que o Barcelona não daria, que seria o citado pelo "Mundo Desportivo". O Barça tem como política não estourar seu orçamento para obter reforços.
Neymar teria dito não
Em contrapartida, o jornal catalão "Sport" garantiu que Neymar teria recusado a proposta do time merengue. Segundo a publicação, tanto Neymar quanto seu pai teriam encerrado a questão, deixando claro que não queriam ouvir mais propostas do Real.

Grupo com Eike vence licitação e vai administrar o Maracanã por 35 anos


Governo do RJ oficializa Odebrecht, IMX e AEG como gestoras do estádio depois da Copa das Confederações. Consórcio perdedor não vai recorrer


O consórcio formado por Odebrecht Participações e Investimentos S.A. (empresa líder, com 90%), IMX Venues e Arena S.A (de propriedade de Eike Batista, com 5%) e AEG Administração de Estádios do Brasil LTDA (também com 5%) será o responsável por administrar o Complexo do Maracanã pelos próximos 35 anos, a partir do final da Copa das Confederações (a decisão do torneio será em 30 de junho). O anúncio foi feito pelo governo do Rio de Janeiro, no Palácio Guanabara, nesta quinta-feira.
Chamado de “Consórcio Maracanã”, o grupo apresentou toda a documentação necessária para o processo de licitação e foi aprovado por unanimidade pela Comissão Especial de Licitação, superando o "Consórcio Complexo Esportivo e Cultural do Rio de Janeiro" - composto por Construtora OAS S.A., Stadion Amsterdam N.V. e Lagardère Unlimited. O concorrente teria cinco dias para recorrer do resultado da licitação, mas abriu mão da medida, o que gerou comemoração entre os representantes do "Consórcio Maracanã" presentes à sessão.
"O Consórcio Maracanã S.A, liderado pela Odebrecht Participações e Investimentos, que também integra as empresas IMX e AEG, confirma que será responsável pela gestão, operação e manutenção do Complexo do Maracanã pelo período de 35 anos. O Consórcio está comprometido em promover uma gestão de nível internacional e garantir a modernização do complexo para consolidá-lo como polo de entretenimento do Rio de Janeiro e do Brasil. Aguarda a homologação do resultado para se pronunciar oficialmente", diz a nota divulgada pelos vencedores.
A comissão informou que o processo será encaminhado até sexta para o secretário da Casa Civil do Rio de Janeiro, Régis Fichtner, para que o resultado seja homologado e publicado no Diário Oficial. Do lado de fora do Palácio Guanabara, ao contrário da primeira sessão, o clima foi de paz, com poucos pessoas reclamando da licitação do estádio, que foi reinaugurado no dia 27 de abril com um evento-teste para a Copa das Confederações. Além da faixa "O Maraca é nosso", os manifestantes usavam máscaras criticando o governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes e o empresário Eike Batista.
- É um momento muito importante para o Rio de Janeiro. Esse talvez seja o grande legado da Copa do Mundo para o país. Quase todos os estádios da Copa estão nesse processo de profissionalização. O Rio de Janeiro não poderia ficar para trás. O resultado foi excelente. O Maracanã será gerido por três empresas de altíssimo nível. A AEG tem mais de 80 arenas pelo mundo e é a melhor e maior administradora de estádios do mundo. Odebrecht, uma grande empresa brasileira, e a IMX, que é especializada em grandes eventos. O resultado não poderia ter sido melhor - disse Fichtner, que explicou ainda como será feita a assinatura do contrato:
- É um processo muito rápido. Assim que terminamos a homologação, teremos a assinatura do contrato. Posso dizer que até o final deste mês, antes do amistoso do Brasil contra a Inglaterra (2 de junho), o estádio já estará nas mãos do concessionário (NR: na verdade, o estádio passa a ser controlado pela Fifa a partir do dia 24 deste mês).

Fluminense dedica classificação a Fred: "deixa tudo mais fácil"


Para Abel Braga, não há dúvidas sobre os méritos da classificação do Fluminense às quartas de final da Copa Libertadores: o "Matador" voltou. Depois de um mês afastado dos gramados por lesão muscular na perna direita, Fred voltou ao time e fez um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre o Emelec, em São Januário, na noite desta quarta-feira. “É o titular do ataque da Seleção Brasileira, titular do Fluminense”, disse, apontando o dedo para o artilheiro.
“Há uma maneira de jogar muita clara na nossa equipe quando temos essa referência. Ele sabe puxar a marcação. Estamos acostumados a ter referência porque jogamos com dois homens pelo lado do campo. Nos adaptamos com o Sóbis, mas o Fred é o homem que disputa a primeira bola, que briga, rouba bola, sofre falta e sofreu falta que gerou o gol.” explicou o técnico.
E Fred soube mesmo se superar. Lesionado há um mês, voltou a treinar fisicamente apenas no final da semana passada. Ficou fora da final da Taça Rio, que deu o título Estadual ao Botafogo, e treinou com bola apenas na véspera do jogo. “Valeu a pena o sacrifício”. Para Abel, Fred representa muito para o grupo e isso se pode ver nas declarações dos companheiros.
“Estamos trabalhando para conquistar o título e estamos no caminho certo. Perdemos fora de casa, mas sabíamos que aqui o futebol ia crescer e vamos chegando cada vez mais forte. E Com o Fred tudo fica mais fácil. É o camisa 9 da seleção, tem seu peso, sua responsabilidade. É matador. O jogador que mais sabe fazer gols nesse time", elogiou o meia Wagner.
Como diz a torcida cada vez que Fred entra em campo: “o Fred vai te pegar”. E a torcida tem razão. Os jogadores do Fluminense fazem ainda um último treino nesta quinta-feira antes de uma folga que vai de sexta a domingo. Abel quer quer os jogadores descansem, comemorem e aproveitem. “Porque o pior ainda está por chegar”, disse o técnico.​

Mensalão não vai resultar em prisões, diz Rui Falcão

Rui Falcão destaca que os embargos vão motivar
uma nova apreciação das punições
Brasília (AE) - As condenações em série feitas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão não deverão resultar em prisões. Essa é a opinião do presidente do PT, Rui Falcão. Ele espera que a Corte recue de seu posicionamento e inocente os filiados ao partido considerados culpados de crimes contra a administração pública.
“Para nós, até o momento, não há nenhum condenado, porque os recursos não se esgotaram. Portanto, não há de se cogitar de prisão de ninguém”, afirmou Falcão após participar de evento na Câmara em que recebeu apoio da corrente Movimento PT para sua candidatura à reeleição para a presidência do partido.

Foram condenados no processo petistas ilustres como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, os deputados José Genoino (SP) e João Paulo Cunha (SP) e o ex-tesoureiro Delúbio Soares. Pelas penas aplicadas pelo STF no ano passado, apenas Genoino poderia começar a cumprir a punição em regime semiaberto. Todos os outros deverão ser recolhidos à prisão.

Falcão disse esperar que os embargos apresentados pelas defesas dos condenados possibilitem uma “nova apreciação” do caso. “Não estamos trabalhando com essa hipótese porque acreditamos muito que, à luz dos embargos, haverá uma nova apreciação no processo. Nós sustentamos desde o início que não se pode condenar ninguém por suposições e na ausência de provas”.

Estatuto

O PT tem se recusado a aplicar qualquer sanção aos condenados apesar de seu estatuto prever punição para quem for condenado por crimes contra a administração pública. Em outras ocasiões, Falcão foi explícito ao dizer que cabe ao partido aplicar o estatuto e que, portanto, não haveriam punições.

A possibilidade de alterações no mérito das condenações é controversa. A primeira leva de recursos, os embargos de declaração, tem como objetivo técnico o esclarecimento da decisão, mas advogados dos condenados pediram que eles possam também mudar o mérito do posicionamento do tribunal com os chamados “efeitos infringentes”. 

O presidente do STF, Joaquim Barbosa, já se manifestou destacando que estes recursos não devem mudar as decisões, mas seu vice, Ricardo Lewandowski, e o ministro Gilmar Mendes afirmaram ser possível uma alteração na decisão. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, opinou que no caso do mensalão isso não deverá ocorrer.

Os condenados que tiveram quatro votos por sua absolvição poderão ainda recorrer a outros recursos, os “embargos infringentes”. Há dúvida se esse tipo de recurso será aceito porque uma lei de 1990 os retirou do Código de Processo Penal, mas como a previsão continua no regimento do STF a maioria dos ministros deve acolhê-los. Nesses embargos o mérito seria analisado outra vez em um novo julgamento. 

Atlético-MG 'mata' São Paulo no Horto com show de Jô e goleada.


Só a fé não bastou ao São Paulo para reverter a derrota por 2 a 1 no jogo de ida, quebrar a invencibilidade do Atlético-MG no Independência e sobreviver na Libertadores. Na noite desta quarta-feira, a equipe foi dominada e perdeu por 4 a 1 - depois de três gols de Jô e outro de Diego Tardelli, Luis Fabiano diminuiu -, caindo nas oitavas de final da competição continental.
O adversário do time mineiro, que 'mata' mais um no Horto, como grita sua torcida, sairá do vencedor do duelo entre Palmeiras e Tijuana, os quais se enfrentam na próxima terça-feira, na capital paulista. Os comandados de Ney Franco, por sua vez, só voltarão a campo no dia 26, diante da Ponte Preta, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, em Campinas.
Pelo começo do jogo, parecia que o Atlético é quem precisava da vitória. Logo no primeiro minuto, Ronaldinho foi para cima, protegeu a bola da marcação na meia-lua da área e sofreu a falta. Ele mesmo a cobrou e acertou o travessão de Rogério Ceni, que ensaiou ir na bola, mas não chegaria a tempo de evitar o gol.

Comissão da Câmara aprova repasse bilionário a Estados


Após passar por CCJ, texto da Lei Kandir ainda precisa ser aprovada em comissão especial, que será criada para debater o tema, para depois seguir para votação dos deputados.


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou uma proposta de emenda constitucional que torna obrigatório um repasse bilionário do governo federal a Estados e municípios por benefícios tributários concedidos à exportação, a chamada Lei Kandir. Atualmente não há previsão de onde será feito o repasse e o governo faz uma negociação anual sobre o tema. O próximo passo na tramitação é a criação de uma comissão especial para debater o tema.
O texto aprovado prevê que 40% dos recursos arrecadados pela União com Imposto sobre Importação, Imposto sobre Exportação e Imposto sobre Produtos Industrializados nas operações de comércio exterior sejam repassados para os Estados. Se este montante não atingir 50% dos créditos oferecidos pelos Estados aos exportadores, o governo federal teria ainda de colocar outros recursos para atingir esse porcentual. Do total recebido a título de compensação, 25% seriam repassados para os municípios.
Autor da proposta, o deputado Sandro Mabel (PMDB-GO) estima que, com a vinculação, a Lei Kandir teria garantido entre R$ 10 bilhões a R$ 12 bilhões anuais. Nesse ano, o Orçamento prevê repasse de apenas R$ 3,9 bilhões. Na CCJ, somente a bancada do PT se manifestou de forma contrária ao projeto.
"O governo é contrário porque faz cortesia com o chapéu alheio, os Estados estão quase pedindo para os exportadores pararem de fazer seus negócios porque não recebem de volta os créditos de ICMS que são obrigados a conceder", diz Mabel.
Fonte: Agência Estado.

Sessão tumultuada inviabiliza a votação da MP dos Portos


Medida Provisória dos Portos perde a validade no próximo dia 16, caso não seja aprovada pela Câmara e pelo Senado até aquela data.


A votação da Medida Provisória (MP) 595, conhecida como MP dos Portos, que dispõe sobre a exploração direta e indireta, pela União, de portos e instalações portuárias e sobre as atividades desempenhadas pelos operadores portuários, que deveria ocorrer hoje (8) na Câmara, foi inviabilizada em função das discordâncias em relação ao texto da MP.
Uma emenda aglutinativa apresentada pelo líder do PMDB, deputado Eduardo Cunha (RJ), com o acolhimento de emendas de diversos partidos, e as acusações do líder do PR, deputado Anthony Garotinho (RJ), de que tinha havido muitas negociatas em torno da MP, tmultuaram a sessão.
A sessão começou tensa. Vários requerimentos de retirada de pauta e de adiamento da votação foram apresentados. Muita obstrução foi feita na tentativa de impedir a votação do texto do governo. Os petistas criticaram a emenda aglutinativa do PMDB com o argumento de que ela quebrava a espinha dorsal da MP dos Portos.
Ao questionar as propostas de mudanças na MP, principalmente em função da apresentação da emenda aglutinativa, Garotinho disse que a proposta virou a “MP dos Porcos” e que a votação não poderia ser transformada em “show do milhão. Para tudo na vida tem limites”.
As declarações do líder do PR irritaram vários líderes partidários, que passaram a pedir explicações sobre as acusações e se declararam contrários à votação da medida provisória. “A discussão e votação da MP está moralmente abalada”, disse o líder do PP, deputado Arthur Lira (AL).
Os líderes pediram que Garotinho desse os nomes das pessoas que teriam se envolvido nas negociações e recebido dinheiro e anunciaram que vão representar na Comissão de Ética da Câmara contra o líder do PR.
Na tribuna, Garotinho reafirmou suas acusações e disse que houve muitas negociatas envolvendo “muito dinheiro nas negociações em torno da MP” e que na Comissão de Ética daria os nomes.
O líder Eduardo Cunha rebateu Garotinho. “Mostre seus interesses. Não venha macular a honra de todos que aqui estão”. Cunha anunciou que o PMDB vai apresentar uma representação contra Garotinho no Conselho de Ética e pediu apoio de outros partidos.
O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que ouviu os ataques e as acusações, disse que em seus 42 anos de vida parlamentar nunca presenciou uma sessão tão tumultuada. “Essa foi uma das mais constrangedoras sessões já vivida por esse plenário”.
Os líderes do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), e do PT, José Guimarães (CE), pediram calma aos deputados e defenderam a votação da MP ainda na noite de hoje. Em seguida, Eduardo Cunha anunciou que o PMDB não votaria mais nada. Ao anunciar que era responsável pela imagem da Casa e de cada parlamentar, Henrique Alves encerrou a sessão sem votar a medida provisória.
Ao deixar o plenário, o presidente da Câmara declarou que vai conversar com os líderes partidários para verificar a possibilidade de colocar a MP em votação na próxima terça-feira (13). “Vamos discutir com os líderes. A votação depende dos líderes”. Em relação aos ataques em plenário, Alves disse que irá examinar as notas taquigráficas para verificar as denúncias. “Vou examinar, com muita cautela. As acusações deixaram muito mal esta Casa”, ressaltou.
A Medida Provisória dos Portos perde a validade no próximo dia 16, caso não seja aprovada pela Câmara e pelo Senado até aquela data.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Com a vantagem e o ‘Horto’, Galo recebe o São Paulo, de Luis Fabiano


Jogo marca o retorno do atacante tricolor, após quatro jogos de suspensão na Libertadores. 
Atlético-MG se apoia no histórico do estádio Independência

De um lado, o caldeirão lotado onde o Atlético-MG não perde há mais de um ano. Do outro, a esperança do São Paulo depositada nas chuteiras do instável Luis Fabiano, que volta após quatro jogos de suspensão na Libertadores da América. Com esses ingredientes, o Galo recebe o Tricolor às 21h50m (de Brasília) desta quarta-feira, no Independência, em busca da vaga nas quartas de final. Enquanto o time paulista confia no poder de fogo do seu atacante, os mineiros se apegam à força dentro de casa e à vantagem de 2 a 1 obtida no jogo de ida das oitavas.
O Fabuloso ficou fora dos últimos quatro jogos do time são-paulino no torneio por conta de uma suspensão. Volta no momento crucial, com o Tricolor em desvantagem, diante de uma vibrante torcida atleticana, que promete lotar o “Gigante do Horto”.
Na primeira partida das oitavas, no Morumbi, o Galo venceu por 2 a 1. Agora, pode até perder por 1 a 0, que, mesmo assim, estará nas quartas de final da Libertadores. Caso o São Paulo vença por 2 a 1, a vaga será decidida nos pênaltis. Vitória são-paulina por diferença de um gol, desde que marque três ou mais, dará a vaga ao Tricolor.
Como a escalação de Osvaldo, destaque do São Paulo na temporada, ainda é incerta, por conta de uma lesão no quadril, a expectativa em torno de Luis Fabiano só aumenta, ainda mais depois de ele ter perdido um pênalti na semifinal do Paulistão contra o Corinthians, domingo passado.
- Tive uma conversa com o Luis Fabiano e quis lembrá-lo de alguns feitos dele no clube, os momentos de alegria com a torcida. O que é negativo está à tona. Ele tem um índice de gols muito alto vestindo a camisa do São Paulo. É a nossa grande esperança de gols para esse jogo e vai ter que assumir essa responsabilidade com todo o grupo. A conversa foi muito boa, e ele está disposto a dar uma guinada - disse o técnico Ney Franco, responsável por tentar levar o São Paulo a seu quarto título na Libertadores.

Salve Jorge últimos capítulos: Lívia ordena o sequestro da filha de Morena: 'Eu quero a criança!'


Lívia Marini (Claudia Raia) está com sede de vingança! Ela quer dar o troco em Morena(Nanda Costa) pelas pancadas que levou. A vilã liga para Russo (Adriano Garib) e acerta os detalhes do seu plano. "Eu quero a criança! Se não conseguirem pegar a criança hoje, peguem alguém da casa, mas peguem!", ordena.
Na boate, Russo confirma a ação. Percebendo uma movimentação estranha,  (Thammy Miranda) tenta descobrir o que é, mas o capanga desconversa.
Será que Lívia vai conseguir sequestrar Jéssica? Não perca esta cena, que vai ao ar na quarta-feira, 8 de maio. Saiba mais sobre o capítulo.

Câmara pode anular PEC do Supremo

OPOSIÇÃO. PSB e PMDB se posicionaram contra a emenda que tira poderes do STF

Brasília, DF – Em meio a uma ação orquestrada para isolar o PT à frente da proposta que tira poderes do Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado Esperidião Amin (PP-SC) fez um pedido ontem que pode anular a votação na Comissão de Constituição Justiça da Câmara que aprovou a matéria. 

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 33, aprovada no fim do mês passado na comissão, condiciona o efeito vinculante de súmulas aprovadas pelo STF ao aval do Poder Legislativo e submete ao Congresso a decisão sobre a inconstitucionalidade de leis. O projeto, criticado deu contornos de crise na relação entre Legislativo e Judiciário. 

A justificativa do Amin para o pedido é de que ele foi substituído da relatoria da proposta irregularmente pelo ex-presidente da comissão Ricardo Berzoini (PT-SP). 

Fonte:MÁRCIO FALCÃO - FOLHAPRESS

Senado deve votar nesta quarta alterações nas alíquotas do ICMS


O plenário do Senado deve votar, nesta quarta-feira (8), o projeto de resolução que mudou as regras sobre as alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) a serem aplicadas em operações interestaduais. O projeto teve a votação concluída ontem na Comissão de Assuntos Econômicos e seguiu para apreciação do plenário com pedido de urgência.
Pelo texto-base aprovado há cerca de duas semanas na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), ficaram estabelecidas três alíquotas. Os estados das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste, e o Espírito Santo passarão a adotar a alíquota única de 7% nas relações de comércio e serviços com outros estados. Os do Sul e Sudeste, exceto o Espírito Santo, aplicarão alíquota única de 4%.
Os produtos da Zona Franca de Manaus e áreas de livre comércio serão repassados aos demais estados com alíquota de 12%. Esse percentual também será aplicado ao gás natural importado. Nesse caso, independentemente da região por onde o gás entre, ele será repassado aos outros estados obedecendo à alíquota única de 12%.
No caso do gás natural produzido no Brasil, será aplicada alíquota de 7% quando ele for produzido nos estados do Sul e Sudeste e revendido aos estados do Norte, Nordeste, Centro Oeste e ao Espírito Santo. No sentido inverso, quando o gás for produzido nessas regiões e revendido ao Sul e Sudeste do país, a alíquota a ser aplicada será 12%.
Atualmente, as alíquotas praticadas são 7% e 12%, a depender do estado. Os produtos importados não entram nas novas regras porque já têm legislação própria. As alterações, depois de aprovadas em plenário, serão implementadas gradualmente, conforme cronograma que começa em janeiro do próximo ano e vai até 2018. Como se trata de um projeto de resolução, com prerrogativa exclusiva do Senado, a matéria não precisará passar por aprovação da Câmara dos Deputados, nem pela sanção da presidenta da República.
Para ressarcir os estados que perderão arrecadação com a redução de suas alíquotas de ICMS, especialmente os que vão aplicar o índice de 4%, o governo editou medida provisória criando um fundo de compensação. O texto da MP está sendo discutido em comissão especial do Congresso, onde deve ser votado nos próximos dias.
Fonte:Agência Brasil

terça-feira, 7 de maio de 2013

Visita do Papa a Aparecida deve atrair até 400 mil fiéis, diz Dom Damasceno


Cronograma prevê que pontífice chegue na cidade por volta das 9h30.
Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno, detalhou visita.

Dom Raymundo durante coletiva que anunciou
detelhes da visita do Papa Francisco a Aparecida
(Foto: Suellen Fernandes/G1)
O arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno de Assis, afirmou nesta terça-feira (7) que a expectativa é que até 400 mil fiéis acompanhem a visita do Papa Francisco a Aparecida no dia 24 de julho.
Durante coletiva de imprensa, realizada no Santuário Nacional, Dom Raymundo detalhou alguns itens previstos na agenda do pontífice, que deve chegar à cidade por volta das 9h30. O cronograma prevê que o Papa saia do Rio de Janeiro, acompanhado de uma comitiva com cerca de 40 pessoas, em quatro helicópteros por volta das 8h15.
O arcebispo afirmou ainda que o pontífice sairá do estacionamento da basílica de papamóvel rumo ao santuário para celebrar uma missa, que deve começar entre as 10h e 10h30. Segundo ele, ainda não está definido se a missa será campal ou mais ‘recolhida’, dentro do santuário. Essa decisão será tomada nos próximos meses, entre a equipe de segurança e de cerimonial do pontífice seguindo desejo do Papa Francisco.
Se a missa for fechada, deverá comportar de 20 mil a 30 mil pessoas, mas serão instalados telões externos. Ainda assim, dom Raymundo disse que pedirá ao papa que faça uma oração na Tribuna Bento 16, onde poderá ser visto por todos os fiéis da parte externa.
"Ainda não foi definido de que forma será feito esse credenciamento ou seleção", afirmou Dom Raymundo, explicando o que será feito caso a celebração seja fechada.
Logo após a missa, o papa seguirá de papamóvel para o almoço  no Seminário Bom Jesus. À tarde, ele irá descansar e retornará de papamóvel até o estacionamento, por volta das 16h, para deixar a cidade. Ele deve repousar no mesmo quarto onde ficou hospedado o Papa Bento XVI em 2007.
A velocidade média do papamóvel é de 20 km/h e os trajetos devem durar cerca de 30 minutos. Ao todo, serão três trajetos de papamóvel.  "Nossa arquidiocese se alegra pela devoção do Papa à Nossa Senhora Aparecida. Estamos gratos pela distinção que ele confere a nossa cidade, aos nossos devotos e aos nossos romeiros", disse Dom Raymundo. Será a terceira vez que Aparecida recebe um pontífice. A cidade - que abriga o maior templo católico do país - já recebeu o Papa João Paulo II em 1980 e o Papa Bento XVI em 2007.
Bispo auxiliar da arquidiocese de Aparecida, dom Darci Nicioli, afirmou que o santuário tem estrutura para receber o público esperado para a visita do Papa. "Os devotos podem vir com tranquilidade porque o santuário comporta até 400 mil pessoas", disse.
Visitante ilustre
A visita do próximo dia 24 de julho não será a primeira do pontífice argentino à cidade de Aparecida. Em maio de 2007, ainda como cardeal, Jorge Mário Bergoglio, de 76 anos, esteve no Brasil para participar de um evento eclesial. A 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe aconteceu em Aparecida e contou ainda com a presença do então Papa Bento XVI.

Durante a estadia na cidade, que é o principal destino turístico dos católicos no Brasil, o Papa Francisco ficou hospedado por 21 dias no Marge Hotel, no centro histórico de Aparecida, a 100 metros da Basílica Velha com vista para o Santuário Nacional.
Em um livro de registros feitos pelos hóspedes ilustres que passaram pelo local, uma mensagem de carinho do líder máximo da Igreja Católica foi deixada em 14 de maio de 2007. Ele agradece a hospitalidade com que foi recebido e encerra a mensagem com o mesmo pedido feito aos fiéis na Praça de São Pedro no primeiro contato que teve com o público após ser nomeado papa. 'Peço que rezem por mim'.

Câmara aprova MP que prevê renda mínima de R$ 70 no Bolsa Família


Proposta ainda precisa ser analisada pelos senadores.
Se aprovada, beneficiários que ganhem menos receberão complemento.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (7) medida provisória que amplia a cobertura do programa Bolsa Família. O projeto do governo determina que as famílias cuja renda é menor que R$ 70 per capita (por pessoa) passarão a receber um complemento no benefício para que possam sair da extrema pobreza.
O governo considera como extremamente pobres, miseráveis ou na pobreza absoluta as famílias com renda mensal por pessoa inferior a R$ 70.
Antes de virar lei, a proposta precisa ser submetida à análise do Senado e, depois, ser sancionada pela presidente Dilma Rousseff. Se não for aprovada até quinta-feira (9), a MP perde a validade.
Se o projeto for aprovado, uma família que tenha, por exemplo, renda per capita de R$ 40 por mês, passará a receber um benefício extra para complementar a renda até R$ 70. Segundo o governo federal, a medida possibilitará que todos os 22 milhões de beneficiários cadastrados no Bolsa Família fiquem acima da linha de extrema pobreza.
A estimativa do Executivo é de que ainda existam cerca de 2,52 milhões de brasileiros não identificados ou cadastrados nos programas sociais vivendo em situação de miséria. Para erradicar a pobreza absoluta no país, o governo precisa localizar e incluir essas pessoas no Cadastro Único para Programas Sociais.
No projeto, o Executivo informou ao Congresso que a medida provisória irá gerar um impacto de R$ 1,744 bilhão por ano aos cofres públicos. Os valores pagos pelo Bolsa Família, informou o ministério, variam de R$ 36 (trinta e seis reais) a R$ 306 (trezentos e seis reais), de acordo com a renda mensal por pessoa da família e o número de filhos menores. Agora, todas as famílias que não superarem renda de R$ 70 receberão um adicional do governo.
MPs
O texto original da MP 590, enviado em novembro para o Congresso, previa apenas a ampliação da faixa etária do programa federal para até 15 anos. Antes de a medida ser editada, somente crianças de 0 a 6 anos eram atendidas pelo Brasil Carinhoso, política pública que prevê que todas as famílias extremamente pobres com pelo menos uma criança tenham renda mínima de R$ 70.

Três meses após publicar a MP 590, o Palácio do Planalto decidiu universalizar o acesso à renda mínima a todos os participantes do Bolsa Família, independentemente de sua composição familiar. Com isso, a relatora do projeto, deputado Rose de Freitas (PMDB-ES), decidiu incorporar o conteúdo do projeto de lei mais recente ao texto da MP editada no ano passado, que havia ficado sem efeito com as novas regras.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

SALVE JORGE, Wanda conta tudo sobre a adoção de Aisha e Helô prende a bandida


Wanda (Totia Meirelles) não está mais aguentando a pressão de Helô (Giovanna Antonelli) para cima dela e de Berna (Zezé Polessa). Depois que a enfermeira do hospital onde Aisha(Dani Moreno) nasceu a reconheceu, ela decide jogar toda a verdade no ventilador e deixa a delegada de queixo caído ao revelar que a turca foi até o hospital junto com ela, para buscar a criança.
"Nós estamos no mesmo barco, querida!", dispara Wanda para Berna. Helô imediatamente anuncia que a mafiosa está presa.
E agora? Será que Wanda vai finalmente pagar pelos seus crimes? E o que Aisha vai pensar quando descobrir esta história toda?
Fique ligado em Salve Jorge! Estas cenas vão ao ar quinta-feira, 02 de maio. Saiba mais sobre o capítulo!

BOCA VENCE TIMÃO E FICA EM VANTAGEM POR VAGA NAS QUARTAS


"Nós temos seis, eles têm uma”. Quase uma entidade no Boca Juniors, Juan Román Riquelme proferiu esta frase um dia antes do duelo contra o Corinthians, pelas oitavas de final da Libertadores. Machucado, ele nem precisou entrar em campo para os xeneizes mostrarem por que devem ser sempre respeitados. Sempre. Com a disposição de 11 dentro de campo e outros 50 mil fora dele, o Boca fez 1 a 0 em um preguiçoso Timão na noite desta quarta-feira, em La Bombonera, e saiu à frente na luta por uma vaga nas quartas de final.
Com o resultado, o Corinthians precisa vencer por dois gols de diferença o confronto de volta, dia 15 de maio, no Pacaembu. Vitória alvinegra por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Depois do gol marcado por Blandi, aos 13 do segundo tempo, o Timão parecia ter se reduzido não a um time que “só tem uma Libertadores”, mas sim a algum outro que nunca havia jogado a competição. O nervosismo demonstrado em campo foi incomum.
O Boca ainda é aquele seis vezes campeão do torneio, treinado pelo mítico Carlos Bianchi, mesmo que em campo essa tradição enorme não seja traduzida em tanto talento. Bastou a mística e um pouco de competência para os argentinos marcarem com Blandi aos 13 do segundo tempo. O Timão sentiu o gol, chegou a esboçar reação, mas não merecia melhor sorte em Buenos Aires. Nem a expulsão de Ledesma, aos 38 da etapa final, fez a equipe brasileira crescer.

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Veja o novo Maracanã em 390º

Mistura de etanol na gasolina aumenta de 20% para 25% a partir de hoje


A partir desta quarta-feira (1º), o percentual de etanol na gasolina passa de  20% para 25%. A mudança foi anunciada no fim de janeiro pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e publicada no Diário Oficial da União em março.
O objetivo é dar impulso à indústria do etanol e reduzir a importação de gasolina, de modo a segurar o preço da gasolina e, ainda, reduzir a pressão sobre as finanças da Petrobras. A estatal importa gasolina para revendê-la, a preços mais baixos, no mercado brasileiro --o governo, controlador da Petrobras, não permite o repasse da instabilidade dos preços do petróleo para os combustíveis.
O Brasil reduziu a quantia de etanol na gasolina de 25% para 20% em outubro de 2011, devido a uma escassez do biocombustível e a um aumento no preço. Para este ano, no entanto, a indústria de cana afirma ser capaz de atender a uma demanda maior.

Incentivos para a indústria do etanol

Na semana passada, o governo anunciou também a redução de tributos para o setor do etanol. Com isso, pretende estimular os produtores a investirem mais e aumentarem a produção do combustível.
Entre as medidas anunciadas está o corte integral do PIS (Programa de Integração Social) e Cofins (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social) para o etanol. "O etanol paga 12 centavos por litro. Vamos dar crédito de PIS/Cofins correspondente a esse valor", disse Mantega. Com isso, o governo deixará de arrecadar R$ 970 milhões em 2013.
Será criada também uma linha de crédito de R$ 2 bilhões para estocagem de etanol, com prazo de 12 meses para o produtor e encargos de 7,7% ao ano.

Etanol x resultados da Petrobras

Atualmente, a estatal vem amargando prejuízos na área de abastecimento, porque importa gasolina para revendê-la, a preços mais baixos, no mercado brasileiro --o governo, controlador da Petrobras, não permite o repasse da instabilidade dos preços do petróleo para os combustíveis.
A empresa tem importado volumes crescentes de combustíveis para atender ao mercado interno. Com o aumento da mistura do etanol, passaria a importar menos gasolina.

Senador propõe novo cálculo para FGTS de domésticas demitidas


No primeiro Dia do Trabalho após a aprovação da PEC das domésticas, que amplia os direitos das trabalhadoras do ramo no Brasil, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) apresentou uma nova proposta de fórmula para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) das empregadas.
A sua proposta anterior era de reduzir o percentual de 40% do FGTS de multa para 10% ou 5%. A nova sugestão apresentada é de aumentar em um ponto percentual a taxa mensal de 8% paga pelo patrão ao FGTS da funcionária. O valor aumentaria para 9%, e este 1% a mais iria para um banco mensal, que serviria como uma poupança no caso de demissão.
Sendo assim, uma empregada que ganhe R$800 mensais teria um banco de R$ 8 por mês. Sendo demitida após 50 meses de serviço, ela receberia a quantia de R$ 400, em vez dos atuais 40% de multa sobre a contribuição do FGTS.
A ideia tem como objetivo reduzir os gastos extras dos patrões com as domésticas após a aprovação da nova PEC. Além disso, Jucá também sugeriu uma redução de 12% para 8% da contribuição patronal do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Campanha da vacinação da gripe vai até o dia 10 de maio


Quem ainda não se vacinou contra a gripe, tem uma chance a mais de se proteger da doença. A campanha de vacinação da Influenza foi prorrogada, em todo o país, até o dia 10 de maio. A imunização tem como foco as pessoas do chamado grupo de risco, que inclui idosos com mais de 60 anos, crianças de seis meses a menores de 2 anos, gestantes, portadores de doenças crônicas, indígenas, população carcerária e profissionais da Saúde.
Inicialmente, a campanha iria até o dia 26 de abril, mas o Ministério da Saúde acabou prorrogando o prazo para atingir a meta de imunizar pelo menos 80% do público alvo. Em São José, até à tarde da última segunda-feira (29), já haviam sido vacinados 81,73% do grupo de risco, o equivalente a 26.580 pessoas.
Segundo a enfermeira do Grupo de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Simoni Tortelli Nunes, o grupo que apresenta maior cobertura é o das puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), com 92,27%, ou 334 pessoas vacinadas. Em segundo lugar vem os trabalhadores de saúde, com cobertura de 84,78% (4.407). Dentre os idosos já foram imunizadas 16.968 pessoas, ou 83,34% do total.
Simoni explica que os dois grupos em que a meta ainda não foi atingida são das crianças de seis meses a menores de 2 ano e das grávidas. Entre as crianças, já foram vacinadas 76,09% do total (3.348). Já entre as gestantes, a imunização chegou a 68,73% (1.512). A enfermeira acredita que a meta entre as crianças deve ser alcançada nos próximos dias. Já com relação às gestantes, as equipes de saúde da família estão realizando um trabalho de conscientização para aumentar a cobertura.
Até o dia 10 de maio, todos os postos de saúde de São José continuam mobilizados para a vacinação. A campanha obedece aos critérios determinados pelo Ministério da Saúde e busca atingir a população mais suscetível ao vírus influenza, um dos principais agentes das infecções respiratórias. Simoni destaca a importância de sempre levar consigo o cartão de vacinação. Já os portadores de doenças crônicas devem apresentar a prescrição do seu médico.

Atlético-MG promete jogar com 'inteligência' no Morumbi


O Atlético-MG promete jogar com "inteligência" diante do São Paulo, nesta quinta-feira, no Morumbi, pelas oitavas de final da Libertadores. O objetivo do clube mineiro é conseguir um bom resultado para poder decidir em casa com tranquilidade no jogo de volta, marcado para a próxima quarta.
"Tem que jogar com muita inteligência para poder definir dentro de casa. A gente brigou muito para poder decidir dentro de casa (ao fazer a melhor campanha na fase de grupos da Libertadores). Então, tem que aproveitar isso", afirmou Ronaldinho Gaúcho, o principal astro atleticano.
Para enfrentar o São Paulo no Morumbi, o Atlético-MG terá praticamente força máxima, com a volta do meia Bernard e do atacante Diego Tardelli, que se recuperaram de contusão. O único desfalque entre os titulares é o zagueiro Leonardo Silva, que, suspenso, dá lugar para Gilberto Silva.
"Tem que procurar fazer um bom resultado lá para decidir em casa", reforçou Ronaldinho Gaúcho, ressaltando, porém, que o Atlético-MG não vai em busca do empate no Morumbi. "Tem que jogar para vencer, mantendo nosso estilo de jogo. Nossa equipe tem maturidade para isso."